Perfil

//mais sobre mim

Arquivo

//pesquisar
 
//Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


//comentários recentes
Atenção Bruno que houve uma alteração no concurso....
Muito Giro!!!
//arquivos
2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


//subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

Posts

Terça-feira, 12 de Janeiro de 2010

Alguns dos principais filos protostômios são unidos pela presença de larva trocófora, que é distinguida por um padrão especial de cílios. Estes criam um grupo chamado Trochozoa, compreendendo os seguintes:

 

  • Filo Nemertea (ribbon worms)
  • Filo Mollusca (caracóis, lulas, etc)
  • Filo Sipuncula
  • Filo Annelida (vermes segmentados - minhoca)

Tradicionalmente o Arthropoda - o maior filo animal incluindo insetos, aranhas, caranguejos e semelhantes - e dois pequenos filos proximamente relacionados a eles, o Onychophora e Tardigrada, têm sido considerados relativamente próximos aos anelídeos por causa de seu plano de segmentação corporal (a hipótese dos Articulata). Esta relação está em dúvida, e parece que eles, ao invés disso, pertençam a várias minhocas pseudocelomadas - os Nematoda, Nematomorpha (minhocas cabelo-de-cavalo), Kinorhyncha, Loricifera, e Priapulida - que compartilham entre siecdise (muda do exosqueleto) e muitas outras características. Este grupo é conhecido como Ecdysozoa.

Existem vários pseudocelomados protostomados que são difíceis de serem classificados devido ao seus pequenos tamanhos e estruturas reduzidas. Os Rotifera e Acanthocephala são extremamente relacionados entre si e provavelmente pertencem proximamente aos Trochozoa. Outros grupos incluem os Gastrotricha, Gnathostomulida, Entoprocta, e Cycliophora. O último foi descoberto apenas recentemente, e como pouca investigação foi feita nos fundos marinhos, provavelmente mais coisas serão ainda descobertas. A maioria destes foi agrupada dentro do filo Aschelminthes, junto com os Nematoda e outros, porém eles não aparentam possuir relações filogenéticas entre si.

Os Brachiopoda (braquiópodes), Ectoprocta (ou Bryozoa, os briozoários) e os Phoronidas formam um grupo chamado Lophophorata, graças à presença compartilhada de um leque de cílios ao redor da boca chamado lofóforo. As relações evolucionárias destas formas não são muito claras - o grupo tem sido considerado como parte dos "deuterostomados", e talvez seja "parafilético". Eles são mais relacionados aos "Trochozoa", contudo, e os dois são freqüentemente agrupados como Lophotrochozoa.

Os Deuterostomados diferem dos Protostomados de várias formas. Eles também possuem um trato digestivo completo, mas neste caso o arquêntero desenvolve-se no ânus. A mesoderme e celoma não se desenvolvem da mesma forma, e sim da evaginação da endoderme, diz-se então, de origem enterocélica. E, finalmente, a clivagem dos embriões é diferente. Tudo isto sugere que as duas linhas são separadas e monofiléticas. Os deuterostomados incluem:

  • Filo Chaetognatha
  • Filo Echinodermata (estrelas-do-mar, ouriços-do-mar, pepinos-do-mar etc)
  • Filo Hemichordata
  • Filo Chordata (vertebrados e semelhantes)
  • Também há alguns filos animais extintos, não havendo muito conhecimento sobre sua embriologia ou estrutura interna, tornando-se assim difíceis de se classificar. Estes são, em sua maioria, vindos do período Cambriano, e incluem

    • Filo Archaeocyatha (possíveis esponjas)
    • Filo Conulariida (possíveis cnidários)
    • Filo Conodonta (possíveis cordados ou relativamente próximos disso).
    • Filo Lobopodia (possíveis artrópodos)
    • Filo Sclerotoma (diferentes formas com escleritos)[carece de fontes]
    • Filo Vendozoa (algumas formas do Pré-Cambriano, possívelmente nem mesmo animais)
    • Filo Vetulicolia (possíveis deuterostômios)
    • Desconhecido (algumas formas como Clloiudina e Hiyollitthes)…

    • É tudo, vai ficar assim o blog só para as pessoas lerem... (Final)

 

publicado por Bruno Moreira às 21:55